Federeração de Esgrima do Estado do Rio de Janeiro
www.esgrimarj.com.br

Regras do esporte: Sabre

O sabre possui a lâmina mais flexível das três armas, por isso exige rapidez e reflexos impecáveis. O toque no adversário pode ser feito com a ponta ou com o corte, característica fortemente inspirada nas armas utilizadas pelos combatentes da cavalaria durante as guerras. Essa característica da modalidade faz com que o Sabre tenha um copo que protege mais a mão.

Sabre

O esgrimista apenas pontua se tocar no tronco, braços ou cabeça do adversário e assim como o florete, é uma arma convencional. Como os braços são um alvo possível não se usa um colete metálico como no Florete mas sim um casaco metálico.

Como no florete, no sabre, também se aplica a regra do “direito de passagem”, ou seja, quem começa o ataque tem prioridade de ganhar o ponto se houver toque simultâneo, mas se errar o ataque ou se o adversário se conseguir defender, antes da resposta, a vantagem passa para o adversário. No caso de acontecer toques em simultâneo, sem prioridade, ninguém pontua.