Federeração de Esgrima do Estado do Rio de Janeiro
www.esgrimarj.com.br

EMAGREÇA PRATICANDO ESGRIMA

Publicado em 23/02/2016


Aprenda como usar a esgrima, um esporte olímpico divertido e interessante, para manter a forma, a concentração e o equilíbrio mental.

Você já pensou em manter a forma física com aulas de esgrima? Essa pode ser uma boa opção, principalmente, para quem busca uma atividade diferente, pois a esgrima é a arte do manejo de armas brancas (espada, sabre e florete). O fisiologista Maurício Krause, diz que a técnica é considerada um dos esportes mais completos, uma vez que durante o treino desenvolve a capacidade física, o que inclui grupos musculares, o aparelho cardiovascular e pulmonar. Além disso, é possível melhorar a concentração, atenção, criatividade e raciocínio.

A esgrima também pode auxiliar no processo de emagrecimento, pois durante uma hora de aula é possível eliminar gordura e até 500 calorias. É claro que tudo isso dependerá da intensidade e freqüência dos exercícios. E fique tranqüilo, não há riscos, pois os treinos são desenvolvidos de acordo com o grau de condicionamento físico de cada um.

“No caso de pessoas com excesso de peso, o professor de esgrima deve estar atento para não sobrecarregar as pernas do aluno, evitando lesões nos joelhos e pés, por exemplo. Como os movimentos são sempre explosivos, deve-se adaptar a aula e o estilo de combate ao aluno que está acima do peso”, orienta Leonardo Portes, professor de esgrima. Regiões do corpo mais trabalhadas pela esgrima. As regiões do corpo mais trabalhadas são o braço que segura a arma e as pernas. Em seguida os músculos do abdômen. Lembre-se de que é importante manter-se hidratado e principalmente respeitar os limites do corpo, não exagere nos exercícios.

“Durante a prática da esgrima o trabalho com as pernas é essencial, pois durante o ataque são elas que facilitam a chegada da arma no corpo do adversário, e não o braço. Dessa forma, é possível desenvolver a coordenação entre braços e pernas”, explica Leonardo Portes. A prática da esgrima facilita a solução de problemas, planejamento estratégico e melhora a adaptação a novas situações, graças as análises das mudanças na postura ou estratégia do adversário no momento da atividade. Para vencer um combate, deve-se dar cinco toques no competidor, que serão convertidos em pontos, mas tudo isso deve acontecer em 3 minutos.

“Não há idade mínima recomendável para praticar esgrima, mas por questões de segurança e manuseio do material (apesar do tamanho e peso ser adaptado de acordo com a faixa etária), aconselhamos a partir dos seis anos. A idade máxima não é limitada”, conta Ana Maria Fontoura dos Anjos, professora de esgrima da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Qualquer pessoa pode praticar esgrima, desde que tenha permissão de um médico, mas isso vale para qualquer atividade física.

Confira os equipamentos utilizados durante as aulas:

• Máscara – Não confunda com capacete. Algumas agüentam até tiro de revolver calibre 22;
• Luva apenas na mão que está com a arma;
• Jaqueta de proteção;
• Protetor de seios (no caso das mulheres);
• Armas - florete, espada ou sabre.

Geralmente ao iniciar a atividade, durante o aprendizado, o material é fornecido pela escola e aos poucos o aluno adquire o próprio. Apenas na hora de realizar os exercícios sem arma, você poderá fazer a aula só de camiseta e calça, sem os equipamentos de segurança.

De acordo com Leonardo Portes alguns dos principais golpes da esgrima são:

• Desenvolvimento ou a fundo – É o movimento explosivo, em que o corpo é jogado à frente pela repentina extensão da perna de trás, tendo como finalidade tocar o adversário;
• Paradas e respostas – A parada é o momento em que você apara o ataque do adversário com a arma. Quando o esgrimista sai de uma posição e vai para outra com a finalidade de aparar um ataque, ele efetuou uma parada. Em seguida, o adversário que efetuou a parada apara o ataque, o que é chamado de resposta.
• Batimento - Consiste em bater na espada do adversário, fazendo com que este perca por alguns instantes o controle da própria arma.
Ana Maria conta que a esgrima impõe aos membros do corpo a máxima extensão, exigindo contrações rápidas e repetitivas. Quando o atleta está em um grau mais avançado, o esporte também requer mais velocidade. Durante o treino é muito importante seguir as recomendações do professor assim você garante a sua segurança e do colega. Além disso, desta forma, é possível minimizar o aparecimento de possíveis lesões.

Especialistas consultados

• Maurício Krause
• Leonardo Portes
• Ana Maria Fontoura dos Anjos

Voltar